Agora é Lei
11 de julho de 2018
Reeleição para cargo de Conselheiro Tutelar é aprovado na CSSF
13 de julho de 2018

Nossa sociedade está condenada?

Prezados amigos,

Quero compartilhar com vocês a frase de 1920 da filósofa russo-americana Ayn Rand – judia fugitiva da revolução russa que chegou aos EUA na metade da década de 1920 – mostrando uma visão com conhecimento de causa. Mesmo após quase 100 anos, ela é atual e parece ter sido escrita para a nossa geração, para o nosso tempo, nossa sociedade:

“Quando você perceber que para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; Quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; Quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você; Quando perceber que a corrupção é recompensada, e a honestidade se converte em auto sacrifício; Então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada”.

Ao refletirmos sobre esta frase, temos a sensação de que nossa sociedade está condenada. A corrupção aumentando cada dia, a impunidade reinando, fazer o errado como coisa comum comum… Uma vergonhosa inversão de valores e princípios. Ser honesto se tornou motivo de escárnio e deboche. A falta de clareza, sinceridade e honestidade está presente em quase todos os segmentos.

Trabalhadores veem seus direitos cerceados enquanto bandidos são tratados com vitimas. Poderosos e influentes se valem de leis e decretos e suas brechas para saírem impunes de seus escandalosos crimes. Hoje, vemos a prática da corrupção sendo recompensada e muitas vezes ela começa em casa.

Mesmo diante de todo esse cenário, eu ainda tenho esperança e não creio que nossa sociedade esteja de fato condenada, mas as afirmações de Ayn Rand servem como alerta e termômetro de que estamos no limite e que algo precisa ser feito para salvar nossa Nação. Precisamos começar pelo fortalecimento das famílias, dos valores e das boas práticas, dizendo não a todo tipo de injustiça, corrupção e violência. Ensinado nossos filhos e combatendo a doutrinação que vem ganhando força em nossas escolas. E é por meio de uma melhor educação que poderemos garantir um futuro melhor para as gerações vindouras.

Não vamos nos acomodar e nem aceitar que a corrupção se torne algo banal e corriqueiro. Eu acredito que o Rio de Janeiro tem jeito, acredito que o Brasil tem jeito.

Compartilhe