Guerra contra a dependência química
19 de julho de 2019
Nos municípios: Água para São José do Vale do Rio Preto
30 de julho de 2019

Sóstenes visita pensionista que foi levada em maca até banco para provar que estava viva

O deputado federal Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) visitou no ultimo sábado (27), a pensionista que precisou ser levada em uma maca até uma agencia bancária para provar que estava viva, em Rio das Ostras, no Interior do Rio.

Sóstenes conversou com a filha de dona Márcia, Monica Galvão em frente ao hospital e firmou compromisso de realizar uma audiência pública no congresso nacional para debater o tema. O parlamentar também esteve com a pensionista no quarto onde está internada e além de prestar solidariedade disse que está empenhado em encontrar uma solução efetiva para nenhum pensionista e beneficiário do INSS com problema de mobilidade e locomoção precise parar por esse tipo de constrangimento.

“O caso da senhora serve de exemplo de como está o nosso pais, de como nossos pensionistas, idosos e deficientes são tratados, eu desejo que a senhora tenha uma boa recuperação e assim que estiver melhor, quero convidá-la para ir até Brasília participar da nossa audiência publica e contar o que passou, tendo que ir de maca até a agência bancária”.

 Atualmente, a Resolução nº 677, de 21 de março de 2019 do INSS, estabelece que os segurados com idade acima de 80 anos e beneficiários com dificuldades de locomoção podem agendar pelo telefone 135 para que um servidor do INSS vá à residência ou a outro local para que seja realizado o procedimento de prova de vida. Mas a família de dona Márcia informou que o INSS não ofereceu esse serviço.

Sóstenes afirma que a resolução não é o ideal para sanar o problema, já que casos como o de dona Márcia continuam acontecendo. O parlamentar defende que a saída seria criar um sistema para a Prova de Vida com a verificação biométrica por celular.

O caso

O caso ganhou repercussão em jornais e redes sociais, no dia 23 de julho, após vídeos de dona Márcia Galvão, de 59 anos chegando ao banco teve mesmo estando internada há 24 dias no Hospital Municipal com uma artéria da perna entupida.  O flagrante foi feito por um morador que passava pelo local.

Sensibilizado com a história de dona Márcia, o deputado Sóstenes se manifestou em suas redes sociais sobre o caso. “Esse tipo de notícia me deixa indignado. Até quando isso vai acontecer no Brasil? Nenhuma pessoa merece passar por esse tipo de constrangimento”, disse ele em uma publicação.

Compartilhe