Educação aprova renegociação de dívidas de instituições públicas do ensino superior
7 de dezembro de 2018
Sóstenes protocola Frente Parlamentar em Defesa dos Pequenos e Médios Produtores Culturais
12 de dezembro de 2018

“Escola sem Partido retornará ainda mais forte em 2019”, diz Sóstenes

Nesta terça-feira (11), a comissão especial que analisa a proposta conhecida como Escola sem Partido (PL 7180/14 e outros) encerrou seus trabalhos sem votar o relatório do deputado Flavinho(PSC-SP). Sendo assim, a matéria será arquivada no fim desta legislatura, como indica o Regimento Interno da Câmara dos Deputados.

Para o deputado Sóstenes Cavalcante(DEM-RJ), a sociedade não perde com o arquivamento, já que a propostas poderá ser desarquivada na próxima legislatura.

“Ainda não acabou! Após a posse em 1º de fevereiro de 2019 retomaremos os debates com um novo colegiado, mais conservador e que anseia participar desse processo tão importante. O debate já está nas escolas, nas igrejas, nas ruas. Sabemos que os pais e nossas crianças não aguentam mais a doutrinação, nem o abuso de alguns que usam a audiência cativa dos alunos para tentar impor suas ideologias.”

 O deputado Marcos Rogério (DEM-RO),  presidente do colegiado, disse que os novos deputados querem participar do debate. “Eu recebi o apelo de muitos parlamentares novos para participar dessa comissão. Eles não gostariam que nós votássemos agora. Eles pediram que esse tema ficasse para o próximo ano”, informou.

Para o ele, o fato de a comissão não ter votado o projeto não significa derrota. “Esse projeto cumpriu um papel fundamental. Ele fez a sociedade olhar para uma situação que até então era desconhecida.”

Compartilhe