CPI da Lei Rouanet toma depoimentos nesta quarta-feira
14 de novembro de 2016
Sóstenes relata projeto sobre regulamentação do ofício de aeronauta
17 de novembro de 2016

Reitor do Colégio Pedro II decide cancelar palestras de políticos durante a “ocupação”

O Juiz federal Eugenio Rosa de Araújo, da 17ª Vara Federal da Seção Judiciária do Rio de Janeiro, adiou para amanhã (17), a decisão sobre o pedido de desocupação do Colégio Pedro II.

15095569_537366346459633_2587070071839827924_n 15032777_537366349792966_4534364918654400303_n 15036249_537366356459632_3893347054716020860_n
Sóstenes compareceu à audiência de hoje na 17ª Vara Federal da Seção Judiciária do Rio de Janeiro

Desde o mês passado, alunos ocupam o campus da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e unidades do Colégio Pedro II, a motivação das ocupações seria a insatisfação com a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55, antiga 241, que congela os gastos públicos por 20 anos, e as reformas do Ensino Médio.

No último sábado (12), o deputado federal Sóstenes esteve em uma das unidades, onde também estava presente a deputado Jandira Feghali (PCdoB-RJ). Sóstenes é a favor da desocupação, já Jandira apoia a ação dos alunos.

De acordo com Sóstenes, a invasão às escolas e a metodologia das ocupações não é a melhor forma de protesto por parte dos alunos e lamentou o adiamento da decisão do pedido de desocupação feita pelo Ministério Público Federal (MPF). “Espero uma solução o mais breve possível, pois a maioria dos alunos precisam voltar a sala de aula”, disse Sóstenes.

Após a visita de Sóstenes às unidades do colégio Pedro II, a reitoria da instituição emitiu nota, esclarecendo que a visita dos parlamentares ocorreu de forma pacífica e que a escola não é “o fórum adequado e que para isto há o Congresso Nacional, as Câmaras de Vereadores e as Assembleias Legislativas”, por isso decidiu cancelar a palestra que ocorreria no local com a presença dos parlamentares. No entanto, ressaltou que, por ser um movimento apartidário, todos os políticos são convidados para visitas de observação as unidades. Sóstenes parabenizou a postura do reitor Oscar Halac. “Quero parabenizar o reitor pela nota emitida, creio que este é o caminho, menos doutrinação, menos partidarismo, isso já é o início da Escola Sem Partido”.

nota

 

Veja no link a íntegra na Nota nota-oficial-colegio-pedro-ii

Compartilhe