Sóstenes e deputados do DEM recolhem assinaturas para a CPI do Coronão
18 de abril de 2020
Agora é lei: governo pode fazer convênios com igrejas para distribuição de cestas básicas
16 de maio de 2020

Para todas as Mães

Elas merecem ser reconhecidas, respeitadas, admiradas e defendidas. Mas hoje em especial, reservamos este momento para falar o quanto as Mães são importantes e essenciais para a formação de um lar, de uma Nação forte e próspera.  Não importa a raça, crença, ideologia, sexo, formação intelectual ou classe social. Todos os indivíduos nasceram de uma Mãe.

Vejam a responsabilidade e privilégio que a mulher tem ao gerar um filho em seu ventre, amamentá-lo e educá-lo, não é e nem nunca foi uma tarefa fácil, e no decorrer dos anos os desafios aumentaram e essa missão tornou-se ainda mais árdua.

No Brasil, 31% das mães são solteiras e 46% trabalham e têm sua jornada dobrada, pois além de contribuírem com a parte financeira, também mantém a ordem do lar, cuidam dos filhos, da casa e do marido. Já as solteiras, além de suas jornadas diárias, ainda carregam uma responsabilidade que não é delas, tentar suprir a ausência dos pais.

Não é difícil concluir que as mães do nosso país precisam sim de ajuda e apoio do Estado para ter condições e possibilidades de criar seus filhos com educação, segurança e saúde. Precisamos promover com urgência políticas públicas que protejam e fortaleçam os laços familiares. Deixo a reflexão de que, como pessoas, precisamos valorizar ainda mais as mães brasileiras. Respeite e honre a sua mãe, respeite e ajude a mãe dos seus filhos, respeite as mães do nosso país.

Obrigado minha mãe Joceli Cavalcante por não me tirar o direito de nascer e por todos os ensinamentos e amor recebido. Obrigado minha esposa Isleia, por ser a mãe dos meus filhos. Amo vocês!

Feliz dia das Mães!

Compartilhe